Fraldas

Como gesto de higiene e cuidado, a muda da fralda do seu bebé repete-se muitas vezes: até 7 a 8 vezes por dia no nascimento. É um gesto importante que necessita de produtos eficazes, suaves e adaptados, respeitando perfeitamente a pele frágil de bebé.
A epiderme das nádegas é uma zona delicada que merece uma atenção especial. A humidade, a acidez da urina, o carácter corrosivo das fezes, a maceração das fraldas são as causas das irritações quotidianas.

Para limpar as nádegas

Mude regularmente a fralda do seu bebé, sempre que esta estiver húmida, e de preferência a seguir às refeições.
Adapte o tamanho das fraldas ao tamanho do seu filho: uma fralda muito pequena provoca um esfregar mecânico responsável pelo eritema das nádegas e não protege tão bem das eventuais fugas.
Na altura da muda da fralda, efectue uma higiene muito suave. Limpe o seu bebé com um fluido de limpeza sem enxaguamento, um leite de toilette ou toalhetes espessos para a muda da fralda. Se preferir utilizar água, escolha um gel lavante ou um sabonete super gordo. A higiene do rabinho deve ser efectuada de cima para baixo, do mais limpo em direcção ao mais sujo, para não transportar impurezas.
– Para uma menina, limpe da vulva em direcção às nádegas (dobras exteriores dos lábios e depois no meio).
– Para um menino, limpe o pénis, os testículos e em volta, e só depois as nádegas.
Deixe a pele secar ao ar livre, sempre que possível, ou seque cuidadosamente as dobras cutâneas, para evitar a maceração.

Para proteger a sua pele frágil

Não espere que as nádegas do seu bebé estejam vermelhas para cuidar delas!
Em prevenção, aplique no rabinho um creme protector para a muda da fralda com óxido de zinco, para proteger a pele da maceração e da irritação.
No caso de vermelhidões das nádegas, deixe o rabinho do seu bebé o mais possível ao ar livre e utilize um produto adaptado.