Entre 6 meses e 1 ano

Entre o 4º e o 6º mês, o Pediatra ou Médico assistente do seu bebé, vai-lhe dar a indicação para iniciar a diversificação alimentar. Cada pediatra / médico assistente tem a sua opinião, e alguns dar-lhe-ão a indicação para começar com a papa, enquanto outros, com o puré de fruta ou a sopa.

O nosso conselho vai para que siga a recomendação do pediatra/ médico assistente do seu bebé, e fique com as nossas dicas de como o fazer:

Para isso, propomos que veja a diversificação alimentar do ponto de vista do bebé: até esta fase o seu bebé apenas se alimentou de mama ou biberão, desconhecendo por isso este novo alimento, assim como a forma de o ingerir: através de uma colher.

A alimentação e a curiosidade do bebé:

É, por isso, com curiosidade, que o seu filho a vê chegar com um prato. O 1º instinto do bebé é colocar a mão, e levar a mão à boca. Deixe-o fazer isso, pois é a forma dele de provar o alimento. Se ele quiser repetir o movimento de pôr a mão dentro do prato e levar novamente à boca, o alimento que escolheu passou a prova inicial. Isso significa que  seu bebé gostou do novo sabor! Com tempo e paciência, vá ensinando ao seu bebé esta novidade de ter de se alimentar por uma colher.
Como o seu bebé sempre se alimentou de leite, não é de estranhar que para alguns bebés, 2 – 3 colheres depois de terem iniciado esta nova refeição, prefiram o leite para terminar a refeição. Só com o tempo é que o seu bebé vai aprender que este novo alimento é a própria refeição. Por isso, tenha sempre o leite pronto e cozinhe quantidades pequenas deste novo alimento. Para facilitar, pode cozinhar quantidades maiores e conservar no congelador.

Lembre-se que lhe está a introduzir algo completamente novo, pelo que é normal que ele rejeite numa 1ª tentativa. Mas seja paciente, e volte a tentar novamente (repita 3-4 vezes). Lembre-se de o fazer com calma e sem revelar ansiedade – os bebés pressentem e reagem ao seu comportamento.

Ansiedade e irritabilidade do bebé:

Alguns bebés ficam muito ansiosos e irritáveis quando têm fome. Nesse caso vão ter alguma dificuldade em aceitar que de repente não haja leite, mas sim uma papa/ sopa/ puré de fruta. Não só se trata de algo diferente, como vão ter que usar um movimento de boca totalmente novo, o que pode aumentar a ansiedade e frustração. Para estes bebés, a 1ª refeição pode ser uma má experiência.

Caso ache que o seu bebé é assim, recomendamos outra abordagem para a sua 1ª refeição. Dê ao seu bebé metade da quantidade habitual de leite para lhe satisfazer um pouco o apetite. Agora que o seu bebé está mais calmo, introduza a nova refeição.